Fotos da Nação

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Em ano ruim, Diego Maurício é a boa notícia no Fla

Revelação rubro-negra despontou para o futebol neste Campeonato Brasileiro

Diego Maurício fez o gol salvador contra o Guarani (Crédito: Paulo Sérgio)
Bruno Braga Publicada em 22/11/2010 às 08:57 Rio de Janeiro

Poucos imaginavam que o ano seguinte ao hexacampeonato brasileiro seria tão conturbado para o Flamengo. Briga por rebaixamento e goleiro acusado de homicídio foram algumas das situações ruins. No meio de tantos problemas, houve, ao menos, um motivo para o torcedor sorrir: o surgimento da revelação Diego Maurício.
Cerca de seis meses depois de sua estreia nos profissionais, o jovem atacante fez o gol da principal decisão disputada pelo clube em 2010. Acostumado à pressão, não sentiu a responsabilidade de entrar na vaga do experiente Deivid durante a partida contra o Guarani, no último sábado. Diante de um Engenhão coberto de rubro-negros, fez o gol que praticamente salvou o time do risco de cair para a Série B do Campeonato Brasileiro.
– Desde o jogo contra o AtléticoMG só se falava no jogo contra o Guarani. A gente se fechou para fazer o melhor para essa torcida maravilhosa. Nosso time teve muito companheirismo. Tinha de ter um algo a mais de cada um para vencer a partida – revelou o atacante.
Flamenguista, Diego Maurício não imaginava que praticamente em um ano sua vida iria mudar radicalmente. Ainda na categoria juvenil do Rubro-Negro, viu da arquibancada do Maracanã, apreensivo, o time empatar com o Goiás em 0 a 0, o que colocou em ameaça a conquista do título brasileiro de 2009.
Assim como o time do ano passado, não desistiu de seus sonhos e, com muito trabalho e dedicação, conseguiu chegar ao time profissional. Com os pés no chão, Drogbinha, como é chamado pelos companheiros, comemora ter conseguido se firmar no time de cima.
– O difícil não é chegar ao profissional, é se firmar. Muitos chegam e daqui a pouco somem. Creio que já me firmei. Agora é me firmar como titular. Trabalho para que eu não oscile. Quero sempre mostrar meu potencial pelo Flamengo e pelo mundo afora – garantiu.
Após Adriano, Diego Maurício é um dos atacantes mais promissores revelados na Gávea. Ele encara essa responsabilidade com tranquilidade e espera dar um futuro ainda melhor para seu maior bem: sua família:
– Jogar pelo Flamengo é diferente. Fico feliz por dar bons frutos.
Atacante espera ser convocado para Seleção Sub-20
O próximo dia 30 está sendo aguardado ansiosamente por Diego Maur ício. Na data, o coordenador da Seleções de base, Ney Franco, irá convocar os jogadores para a disputa do Sul-Americano Sub-20. O atacante espera arrumar uma brecha para ajudar o Brasil a conquistar uma vaga para os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

– Primeiro, espero ser convocado para a Seleção sub-20. Estou ansioso, esperando essa convocação. Estou à disposição para a Seleção sempre. Tem muito jogadores que estão despontando em times grandes. Creio que será uma Seleção muito forte. Questionado sobre o suposto interesse do Estrela Vermelha, da Sérvia, em sua contratação, o camisa 49 garantiu que pensa exclusivamente em conquistar títulos pelo Fla.
Confira o Bate-Bola:
Como foi o dia seguinte do jogo contra o Guarani?

Sou muito reservado e tranquilo em relação a isso. Não deixo a euforia tomar conta de mim. Tento ficar o mais caseiro possível em prol da minha família. Vou para o aniversário de 12 anos do meu irm ão neste domingo. Vou curtir a minha família. Procuro estar junto das pessoas que verdadeiramente me amam.

Como foi a conversa com o técnico Vanderlei Luxemburgo antes da partida?

Ele nos passou que era um jogo decisivo. Falou que tínhamos de dar a cara a tapa. Para jogar no Flamengo não pode se esconder. Tem de buscar de onde não tem. O jogo foi um pouco tenso, porque era matar ou morrer.

Como foi o momento em que foi chamado para entrar em campo pelo Luxemburgo?

Fiquei triste pela contusão do Deivid. É um jogador importante para o grupo, mas era a hora de mostrar o meu potencial. Sou muito tranquilo. Tento fazer o que eu sei, que é jogar bola e partir para cima dos adversários.

Em algum momento pensou em desistir da carreira de jogador de futebol?

Pensa nisso mais quem não foi aproveitado, não é? Eu sempre fui bem aproveitado nas divisões de base e nunca tive esse pensamento. Meu pensamento foi sempre ser jogador de futebol. Soumuito grato à minha família por tudo. Espero retribuir com o melhor.

Fonte: msn.lancenet.com.br/flamengo

Nenhum comentário:

Postar um comentário